Escocês James Longcroft desenvolveu uma garrafa à base de papel reciclado para combater a poluição por plástico nos oceanos

Um futuro sem plástico! No que depender dos pesquisadores, é isto o que o mundo deverá presenciar nas próximas décadas. Depois das sacolas que se dissolvem em água e dos utensílios de cozinha feitos com casca de arroz, chegou a vez das garrafas plásticas ganharem versões sustentáveis e que prometem resolver um dos maiores problemas ambientais da atualidade: a poluição por plástico.

É o caso da Choose Water, desenvolvida pelo cientista escocês James Longcroft. Feita a partir de papel reciclado na parte externa, a garrafa possui interior à prova d’água derivado de um material específico e 100% natural. Quando descartada na água ou no mar, sua estrutura se decompõe em apenas três semanas, eliminando o resíduo do meio ambiente. Nem mesmo a tampa deixa rastros da existência da garrafa, uma vez que, feita de aço, enferruja e também desaparece.

“O exterior é feito de papel reciclado, mas o interior tinha que ser à prova d’água, fornecer força para que a garrafa retivesse sua estrutura e mantivesse a água fresca – assim como o plástico. Conseguimos fazer tudo isso (…) com uma combinação de materiais naturais e sustentáveis. Eu apenas misturei algumas coisas de árvores e plantas – elas são todas naturais”, explicou James ao The Scotsman.

British chemist designs biodegradable water bottle - Cientista cria garrafa sem plástico que se decompõe em três semanas
Cientista cria garrafa sem plástico que se decompõe em três semanas

Causa

O incentivo para o desenvolvimento da Choose Water vai além da questão da sustentabilidade e decorre da ação de caridade Water for África (Água para a África), promovida pela empresa há cerca de três anos e que revertia seu lucro para o envio de água limpa para locais remotos do continente africano. Mesmo colaborando com estas populações, a inciativa também contribuía para o aumento do lixo plástico, o que fez com que James passasse a buscar uma solução para o problema.

Atualmente a Choose Water, baseada em Londres e Edimburgo, abastece hotéis, restaurantes e cafés. Para James, um dos maiores desafios do projeto é fazer com que a Choose Water chegue às prateleiras e consiga concorrer com a gigantesca indústria do plástico. “Mudar uma indústria será uma batalha gigantesca, mas com o apoio do público vamos mudar a forma como olhamos para a água engarrafada”, completou ao The Scotsman.

*Com informações da Gazeta do Povo.

COMENTÁRIOS




Revista Ecos do Saber
"Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina." - Cora Coralina